Bolsas

Câmbio

Operação Carne Fraca

Chile alivia e passa a suspender importação apenas de frigoríficos investigados

Santiago do Chile, 25 mar (EFE).- As autoridades do Chile anunciaram neste sábado (25) a decisão de modificar a restrição total à importação de carnes brasileiras e limitar a suspensão aos produtos dos 21 frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca.

O Serviço Agrícola do país explicou em comunicado que a proibição de importar carne brasileira valerá para qualquer outro estabelecimento que seja envolvido nas investigações realizadas pela Polícia Federal sobre a adulteração dos produtos.

A decisão, explicou o órgão, foi tomada depois de visitas de funcionários do Chile ao Brasil para obter informações sobre antecedentes dos produtos que são exportados ao país.

A Polícia Federal descobriu que empresas do setor, com a cumplicidade de fiscais sanitários que recebiam propina, estavam usando produtos químicos para esconder as condições ruins das carnes, algumas delas já vencidas, e deixando de cumprir requisitos para a venda do produto no exterior.

Depois das revelações da Operação Carne Fraca, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) proibiu que os 21 frigoríficos citados pela Polícia Federal exportem seus produtos. Além disso, 20 empresas estão sendo investigadas no caso.

Segundo a Associação Chilena da Carne (Achic), o país importou US$ 873 milhões em carne bovina em 2016. Do total, 33,5% foram comprados no Brasil.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos