Bolsas

Câmbio

Alemanha comemora 200 anos da invenção da bicicleta

Rodrigo Zuleta.

Berlim, 15 abr (EFE).- A Alemanha comemora, com exposições em diversos lugares do país, os 200 anos da invenção da bicicleta pelo barão Karl von Drais, que solucionou diversas crises da época com o novo veículo.

A principal exposição está em Mannheim, no sudoeste da Alemanha, "2 rodas-200 anos. O barão de Drais e a invenção da bicicleta", e começa com um retrato de Drais como um vanguardista em seu tempo que, no entanto, não pôde tirar proveito econômico de sua invenção.

Drais morreu em 1851, pobre e cheio de inimigos por causa de seu apoio a movimentos revolucionários liberais, o que o levou inclusive a renunciar a seu título de nobreza.

"A ideia principal da invenção surgiu da patinação no gelo", disse Drais em uma frase que a exposição resgata e que se diz que é praticamente a única que dá pistas sobre as reflexões de caráter técnico que fez antes de sua invenção.

O artefato produzido por Drais se parecia, em essência, com as bicicletas atuais, embora lhes faltasse um elemento fundamental que são os pedais.

Curiosamente, nas últimas décadas se recuperou o modelo da bicicleta sem pedais para crianças, na qual se aprende a manter o equilibro mais facilmente que com as tradicionais duas rodinhas traseiras.

Em todo caso, a bicicleta de Drais se movimentava na medida em que o ciclista a impulsionava alternativamente com os dois pés, como se estivesse correndo.

A primeira viagem pública foi realizada pelo próprio Drais no dia 12 de junho no trajeto entre Mannheim e uma cidade vizinha.

O percurso, de ida e volta, era de 14 quilômetros e Drais o percorreu em menos de uma hora, em uma velocidade média de cerca de 15 km/h, melhorando os registros das carroças do correio da época.

Um ano depois, Drais faria a primeira viagem em bicicleta de longa duração, entre Mannheim e Paris - cerca de 450 quilômetros -, para apresentar sua invenção na capital francesa.

A invenção chegou em um bom momento porque no começo do século XIX havia um problema com o preço da aveia, devido a más colheitas, que tinha encarecido a alimentação dos cavalos.

A situação se agravou com a erupção do vulcão Tambora, situado no que hoje é a Indonésia, que teve repercussões climáticas globais, com nevascas que afetaram as colheitas no mundo todo.

Por conta do Tambora, 1816 foi chamado inclusive de "o ano sem verão", e houve crises de fome no mundo todo. Quando a catástrofe se atenuou, muita gente havia comido seus cavalos.

Os cavalos eram o principal meio de transporte da época e, embora desde décadas antes se tivesse começado a experimentar veículos a vapor, estes eram caros e pesados demais, e não eram aptos para a vida diária e para o transporte de cargas pequenas.

Nessas circunstâncias, a invenção de Drais se expandiu relativamente rápido. Uma prova disso é que em várias cidades - em Mannheim em 1817, em Paris em 1818 e em Londres, Nova York, Filadélfia e Calcutá em 1819 - se proibiu expressamente transitar de bicicleta pelas calçadas.

No entanto - e apesar de Drais ter patenteado sua invenção em Paris - eram plágios que não reportaram lucro econômico algum ao inventor.

O auge durou uma década até que, depois da normalização das colheitas, aumentou outra vez o número de cavalos. Depois a invenção de Drais caiu durante décadas no esquecimento.

Em 1867 Pierre Michaux apresentou, na exposição universal de Paris, uma bicicleta com pedais que causou euforia e levou ao segundo auge da invenção, que Drais já não pôde ver.

Neste ano, o governo alemão - por ocasião do segundo centenário da invenção da bicicleta - destinará 25 milhões de euros à construção de ciclovias rápidas. No entanto, o Clube Alemão da Bicicleta (ADFC) considera a quantia insuficiente e acredita que seriam necessários 250 milhões de euros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos