Bolsas

Câmbio

Volkswagen é sentenciada nos EUA por fraude nos motores a diesel

Washington, 21 abr (EFE).- A Volkswagen foi finalmente sentenciada nesta sexta-feira por um juiz dos Estados Unidos a pagar US$ 4,3 bilhões "pela conspiração de longo prazo para vender aproximadamente 590.000 veículos a diesel" manipulados para ocultar suas emissões reais.

No último dia 10 de março, a Volks se declarou culpada perante um tribunal de Detroit pela conspiração para fraudar centenas de milhares de motoristas nos Estados Unidos como parte de um acordo alcançado com as autoridades.

Segundo o acordo, a VW pagará uma "multa penal" de US$ 2,8 bilhões e outro US$ 1,5 bilhão pela importação e venda nos Estados Unidos de veículos adulterados e por fraude alfandegária.

No entanto, o juiz do caso, Sean Cox, decidiu adiar a sentença para poder estudar o acordo alcançado entre a montadora alemã e as autoridades judiciais americanas.

Cox validou hoje o acordo e destacou que as multas econômicas aceitas pela Volks são mais que suficiente pela fraude cometida, embora tenha reconhecido que os consumidores e funcionários da empresa foram os mais afetados pelo escândalo.

O juiz também destacou que não se sabe ainda até que nível da diretoria da montadora sabia da fraude e que espera que as autoridades alemãs continuem investigando para apurar responsabilidades.

Também hoje a Volks anunciou a nomeação de Larry Thompson como supervisor independente de conformidade. A criação do cargo foi um dos requisitos dos acordos alcançados pela montadora com as autoridades americanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos