Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,1%, e Nasdaq fica à beira de novo recorde

Nova York, 26 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quarta-feira em baixa de 0,1%, enquanto o Nasdaq Composite ficou a poucos décimos de registrar seu terceiro recorde consecutivo, após a divulgação dos detalhes da reforma fiscal nos Estados Unidos.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 20.68 pontos e ficou com 20.975,44. O seletivo S&P 500 caiu 0,05%, para 2.387,45, e o índice composto da Nasdaq recuou 0,27 ponto, fechando sem variação percentual, aos 6.025,23.

O plano de reforma fiscal do governo Donald Trump inclui uma queda dos atuais 35% para 15% de imposto sobre lucros corporativos e a diminuição de "sete para três faixas de contribuição" para os trabalhadores, um dos maiores cortes de impostos da história, segundo o governo.

A proposta revelada hoje é de apenas uma página e delineia "princípios básicos" que deverão ser detalhados adiante. E a falta de detalhes não convenceu os mercados.

Os investidores também estiveram atentos a uma nova rodada de divulgação de resultados empresariais. Os de Twitter e United Technologies agradaram, e as ações das companhias subiram 7,91% e 1,14%, respectivamente. Já os de Procter & Gamble (-2,51%), Boeing (-1,01%) e Pepsico (-0,73%) desapontaram.

Além das suas primeiras quedas, as outras mais acentuadas do dia no Dow Jones foram as dos papéis de DuPont (-0,73%), General Electric (-0,65%), Chevron (-0,61%), McDonald's (-0,59%), Apple (-0,59%), Nike (-0,52%) e Exxon Mobil (-0,4%). As ações com as principais altas nesse índice, sem contar as da United Technologies, foram as de Verizon (1,41%), Home Depot (0,78%), Merck (0,64%), Travelers (0,57%), Wal- Mart (0,51%) e Disney (0,35%).

No fechamento do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.270,60, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos caía para 2,305%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos