Turbulência súbita em voo de companhia russa deixa 20 feridos

Moscou, 1 mai (EFE).- Cerca de 20 pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira em um voo da companhia aérea russa Aeroflot devido a uma turbulência súbita, conhecida como turbulência de ar claro (TAC), informou a agência de notícias "Interfax".

O avião, um Boeing 777, que ia para Bangcoc, experimentou uma violenta ascensão de até 200 metros, que afetou os passageiros que estavam de pé na aeronave.

O fato aconteceu pouco antes de o aparelho iniciar o pouso no aeroporto de Bangcoc, onde finalmente aterrissou com normalidade.

"Parte dos passageiros feridos, aqueles que apresentavam lesões graves ou fraturas foram hospitalizados", disse uma fonte citada pela "Interfax".

Em um comunicado, a Aeroflot informou que a tripulação não pôde advertir os passageiros da turbulência, já que o TAC surge em céus limpos, com boa visibilidade, onde o radar meteorológico não é capaz de detectá-la.

"Representantes da Aeroflot e funcionários do Consulado da Rússia em Bangcoc entraram em contato com os feridos para dar-lhes assistência", acrescenta a nota.

Segundo a companhia aérea russa, anualmente na aviação civil são registrados cerca de 750 casos de TAC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos