Bolsas

Câmbio

Brasil, Argentina, Chile e Paraguai discutem Corredor Bioceânico em Assunção

Assunção, 2 mai (EFE).- Representantes dos governos de Brasil, Chile, Argentina e Paraguai se reuniram nesta terça-feira na capital paraguaia Assunção para debater sobre a construção do Corredor Bioceânico Rodoviário na região, uma obra de infraestrutura viária que ligará o Oceano Atlântico no Brasil com o Pacífico no Chile.

O projeto compreende as cidades brasileiras de Campo Grande e Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, as localidades paraguaias de Carmelo Peralta, Mariscal Estigarribia e Pozo Hondo, as cidades argentinas de Misión La Paz, Tartagal, Jujuy e Salta, e a localidade de Mejillones en Iquique, no Chile.

As reuniões abrangem aspectos como as obras necessárias para acondicionar as infraestruturas viárias e a construção de pontes e portos, mas também as melhorias em passagens fronteiriças e nos controles alfandegários, de proteção fitossanitária e migratória nas zonas limítrofes, segundo um comunicado da Chancelaria paraguaia.

A reunião em Assunção é a quarta de uma série de encontros que começou há um ano em Antofagasta, no Chile, e continuou em Campo Grande, no Brasil, e Jujuy, na Argentina.

Na reunião desta terça-feira participaram integrantes dos ministérios de Infraestrutura, Obras Públicas e das Relações Exteriores dos quatro países, com o objetivo de impulsionar estudos técnicos e recomendações para a construção do Corredor Bioceânico Rodoviário.

O encontro continuará na quarta-feira com uma visita às cidades de Loma Plata e Filadelfia, no Chaco paraguaio.

Em paralelo ao projeto do Corredor Bioceânico, os governos de Bolívia, Paraguai e Peru iniciaram em março a avaliação técnica do projeto de construção de uma ferrovia bioceânica que possa ligar portos do Atlântico e do Pacífico, atravessando o centro da América do Sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos