Nasdaq volta a quebrar recorde, e Dow Jones fecha em baixa de 0,16%

Nova York, 10 mai (EFE).- O índice composto da Nasdaq quebrou mais uma vez seu recorde positivo, ao fechar nesta quarta-feira em alta de 0,11%, para 6.129,14 pontos.

Já o Dow Jones Industrial, principal indicador da Bolsa de Nova York, caiu 0,16%, para 20.943,11, enquanto o seletivo S&P 500 subiu 0,14% e fechou aos 2.399,63.

O Dow Jones sentiu especialmente o dia ruim da Disney, que perdeu 2,25% após decepcionar com seus resultados, e da Boeing, que caiu 1,28%, o que condenou o indicador aos números vermelhos apesar de quase metade das empresas que o integram terem registrado lucros.

A maior alta foi a da Chevron (1,35%), seguida por Merck (1,01%) e Caterpillar (1,01%).

Por setores, o energético registrou o maior avanço (1,18%), impulsionado por uma forte alta do preço do petróleo, que subiu 3,16% em Nova York e fechou em US$ 47,33 por barril após o anúncio da queda das reservas semanais dos Estados Unidos.

Apenas o setor industrial e o dos bens de consumo cíclico terminaram a jornada com números vermelhos, com leves baixas de 0,09% e 0,07%, respectivamente.

Em geral, Wall Street conseguiu hoje se recuperar de uma abertura em baixa após a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de demitir o diretor do FBI (polícia federal americana), James Comey.

Finalmente, a polêmica saída de Comey não impactou tanto no mercado, que se manteve em níveis muito próximos aos do dia anterior, enquanto os investidores esperam mais notícias sobre a reforma fiscal prometida por Trump.

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1,218,9, enquanto a rentabilidade da dívida pública a dez anos mantinha-se em 2,407%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos