BCE mantém taxas de juros inalteradas

Tallinn, 8 jun (EFE).- O Banco Central Europeu (BCE) informou nesta quinta-feira que manteve sua taxa de juros no mínimo histórico de 0% e não pretende rebaixá-la porque espera que "se mantenha neste nível por um período de tempo prolongado que superará amplamente o horizonte das compras de ativos".

Além disso, o BCE também decidiu deixar inalterada a taxa de juros de facilidade permanente de cedência em 0,25%.

O BCE também manteve a taxa de depósito em -0,40%, e não irá rebaixá-la porque antes o BCE dizia que esperava que as taxas de juros se mantivessem em níveis atuais ou inferiores, mas agora tirou a palavra inferior do comunicado.

O Banco Europeu afirmou que as compras de ativos terão um valor de 60 bilhões de euros por mês, mas as mesmas podem ser elevadas ou prorrogadas se as perspectivas para a zona do euro forem menos favoráveis.

"Se as perspectivas forem menos favoráveis, ou se as condições financeiras forem incompatíveis com o progresso de ajuste sustentado de inflação, o Conselho de Governo prevê expandir o volume e/ou a duração deste programa", diz o BCE.

O analista do Commerzbank, Michael Schubert considera que o BCE subirá as taxas de juros só quando terminar o programa de compra de títulos.

"Após tudo, o BCE ainda acredita que as taxas de juros negativas não são um obstáculo para o empréstimo bancário na zona do euro", diz Schubert.

O BCE quer assegurar que a taxa de inflação suba de forma sustentada antes de começar a retirar os estímulos.

Mas a inflação caiu na zona do euro em maio até 1,4%, desde 1,9% de abril.

A taxa subjacente, que desconta os elementos mais voláteis como a energia e os alimentos frescos, inclusive, reduziu para 0,9% desde 1,2%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos