Bolsas

Câmbio

Odebrecht busca mais transparência em obras com novo conselheiro independente

Lima, 3 jul (EFE).- A construtora Odebrecht buscará maior transparência em seus negócios de construção e engenharia com a incorporação do economista e executivo João Pinheiro como o primeiro conselheiro independente dessas duas linhas de negócio, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira em Lima (Peru).

O papel de Pinheiro será contribuir com o desenvolvimento e atuação transparente da construtora, que procura melhorar suas práticas empresariais após reconhecer que pagou milionárias propinas na maioria dos países da América Latina, em troca de realizar grandes obras públicas entre os anos de 2001 e 2016.

Através do comunicado divulgado na capital peruana, onde fica a sede central da Odebrecht Latinvest, a empresa observou seu compromisso em "agir dentro de princípios de ética, integridade e transparência sem exceções ou flexibilizações".

Antes de incorporar João Pinheiro, a construtora já tinha outros 13 conselheiros independentes em outras linhas de negócio do grupo Odebrecht, cujo objetivo é que cheguem a 23 no final deste ano, já que em 2015 apenas contava com cinco.

O economista brasileiro aconselhará a Odebrecht após ter atuado anteriormente como presidente do Comitê de Aquisições e Fusões do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) entre 2013 e 2014 e como diretor financeiro da Petrobras entre 2001 e 2002.

Além disso, foi diretor do Dresdner Bank Brasil entre 1989 e 2001 e ocupou a presidência da empresa Suzano Petroquímica e do conselho do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI), assim como a vice-presidência do conselho do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC).

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou em dezembro do ano passado, vários documentos revelando que a construtora pagou perto de US$ 788 milhões em propinas em 12 países da América Latina e África.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos