Comissão Europeia anuncia que UE e Japão chegaram a acordo de livre comércio

Bruxelas, 5 jul (EFE).- A Comissão Europeia anunciou nesta quarta-feira que União Europeia (UE) e Japão concluíram a negociação política para um acordo de livre comércio que estava sendo negociado desde 2013.

"Chegamos a um consenso político em nível ministerial sobre o acordo de comércio entre a UE e Japão", disse em seu perfil do Twitter a comissária de Comércio do bloco, a sueca Cecilia Malmström.

Em sua mensagem, Malmström pediu aos líderes de Japão e UE que "confirmem" o pacto na reunião que será realizada amanhã em Bruxelas, às vésperas da reunião do G20, que acontecerá em Hamburgo na sexta-feira e no sábado.

"Conseguimos resolver as diferenças que faltavam", acrescentou Malmström, que se reuniu hoje em Bruxelas com o ministro das Relações Exteriores do Japão, Fumio Kishida, para fechar os últimos detalhes do acordo antes da reunião.

No encontro de amanhã, a UE estará representada pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, enquanto pelo Japão este papel caberá ao primeiro-ministro Shinzo Abe.

O acordo de hoje, em princípio, não significa o fim das negociações, pois estas deverão continuar para fechar assuntos nos quais as partes ainda não foram capazes de chegar a um consenso, como os mecanismos que estarão à disposição dos investidores para se protegerem frente à ação dos Estados, entre outros.

Segundo fontes europeias, este é o único ponto onde persistem diferenças "substanciais" entre as partes, ainda que também há detalhes que precisam ser fechados em outras áreas.

Também falta decidir se o acordo será misto, ou seja, se, além da aprovação dos países no Conselho e no Parlamento Europeus, o mesmo terá que ser referendado pelas assembleias legislativas nacionais.

UE e Japão esperam concluir a negociação e ter o acordo definitivo assinado antes do fim deste ano.

Uma vez que o acordo estiver concluído, este cobrirá diretamente 99% do comércio bilateral entre Japão e UE, segundo as fontes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos