Bolsas

Câmbio

Macron pede reação rápida de UE e CS da ONU ao teste nuclear norte-coreano

Paris, 3 set (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, exigiu neste domingo aos membros do Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas e à União Europeia (UE) uma resposta "rápida" ao novo teste nuclear norte-coreano.

O presidente condenou "com a maior firmeza" esse teste e pediu em um comunicado aos membros do CS que reajam "rapidamente a esta nova violação por parte da Coreia do Norte do direito internacional, do regime de não proliferação e das resoluções do Conselho".

Macron também pediu "uma reação unida e clara da União Europeia".

"A comunidade internacional deve tratar esta nova provocação com a maior firmeza, para que a Coreia do Norte retome incondicionalmente o caminho do diálogo e proceda ao desmantelamento completo, verificável e irreversível dos seus programas nucleares e balísticos", disse Macron através de um comunicado.

O presidente francês lembrou que este último teste confirma a vontade de Pyongyang de "menosprezar a paz e a segurança internacional", e reiterou seu apoio a seus aliados e parceiros na região.

A força da detonação detectada hoje pelos organismos geológicos de Coreia do Sul, Japão e China, bem como pela Organização do Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares (CTBTO, na sigla em inglês), indica que se tratou de um teste muito mais potente que os cinco anteriores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos