Bolsas

Câmbio

PIB da Argentina sobe 2,7% no 2º trimestre e confirma retomada econômica

Buenos Aires, 21 set (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina registrou no segundo trimestre deste ano uma alta de 2,7% em relação ao mesmo período do ano passado, somando dois trimestres consecutivos de avanço, um sinal da retomada econômica do país.

O Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec) informou nesta quinta-feira que o PIB cresceu 0,7% entre abril e junho na comparação com os três primeiros do ano.

Os dados oficiais revelados hoje confirmam uma recuperação econômica em um ano essencial para o presidente Mauricio Macrio, que em outubro enfrentará as primeiras eleições legislativas de seu mandato, iniciado em dezembro de 2015.

A economia da Argentina, que no ano passado registrou uma retração de 2,3%, já tinha mostrado uma ligeira melhora nos primeiros três meses desse ano, quando avançou tímidos 0,4%, rompendo uma sequência de três trimestres consecutivos de queda.

De acordo com o relatório divulgado pelo Indec hoje, o consumo público teve alta de 2,9% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o privado cresceu 3,8%.

"No ano de 2017, a economia pode fechar com um crescimento de 3% e com uma alta de 10% nos investimentos, um fenômeno que não se verifica desde 2011", disse na última sexta-feira o ministro da Fazenda, Nicolás Dujovne, ao apresentar no Congresso o projeto de orçamento do governo para 2018.

Essa perspectiva de crescimento, no entanto, está abaixo da meta de 3,5% estabelecida pela equipe de Macri no orçamento de 2017.

Contudo, a previsão de crescimento do ministro é mais otimista do que a do mercado. De acordo com o último relatório de expectativa feito pelo Banco Central da Argentina, os analistas especializados - locais e estrangeiros - preveem uma alta do PIB de 2,8%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos