Ações de fabricantes de armas sobem na Bolsa dos EUA após ataque em Las Vegas

Nova York, 2 out (EFE).- Alguns dos principais fabricantes de armas dos Estados Unidos tiveram forte alta em suas ações na Bolsa de Valores dos Estados Unidos após o massacre ocorrido em Las Vegas, onde um atirador matou pelo menos 58 pessoas e deixou 515 feridos.

Os papéis da American Outdoor Brands, maior fabricante de armas curtas do país, antes conhecida como Smith and Wesson, subiam 3,7% no índice composto Nasdaq, onde acumulam queda de 25% desde janeiro.

Já as ações da Sturm, Ruger & Co., quarta maior fabricantes de armas do país, avançavam 4,6% na Bolsa de Nova York (NYSE).

A American Outdoor Brands, que vale US$ 853 milhões na Bolsa, vendeu no último trimestre US$ 129 milhões em produtos. Já a Sturm, Ruger & Co., avaliada em US$ 950 milhões, teve um faturamento de US$ 130 milhões no mesmo período.

Um homem matou na noite de domingo (1º) pelo menos 58 pessoas em Las Vegas. Ele foi ao 32º andar de um hotel e disparou repetidas vezes contra cerca de 22 mil pessoas que estavam em um festival de música.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira (2) que o ataque, considerado um dos tiroteios mais fatais da história do país, foi um "ato de pura maldade".

Atirador mata dezenas de pessoas em festival de música em Las Vegas

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos