Bolsas

Câmbio

Cazaquistão quer se tornar ponto crucial do comércio entre China e Europa

Atenas, 9 out (EFE).- O vice-ministro de Assuntos Exteriores cazaque, Roman Vassilenko, apontou nesta segunda-feira em Atenas para a vocação de seu país a se tornar o ponto crucial do comércio entre a China e a Europa.

Em uma conferência sobre a cooperação econômica entre União Europeia (UE), China e União Econômica da Eurásia, organizada em Atenas pela revista britânica "The Economist", Vassilenko destacou que uma das principais prioridades do Cazaquistão é potencializar as infraestruturas de transportes para "assegurar a conectividade de nosso país e da região com o resto do mundo".

"O nosso objetivo é aumentar nossas próprias capacidades de transporte e trânsito, estimular o crescimento dos fluxos comerciais através do país e garantir a nossa competitividade no mercado global de serviços", apontou Vassilenko na conferência, intitulada "Criando pontes entre o Oriente e o Ocidente".

Com isso, acrescentou, não só será facilitado o comércio entre o Leste e o Oeste, senão serão gerados emprego e prosperidade ao longo de toda a rota comercial, bem como no mundo inteiro.

Graças a projetos como a Nova Rota da Seda e a União Econômica da Eurásia, muitas das rotas de passagem comercial passam pelo Cazaquistão, o que levou o Governo de Astana a aplicar um programa de estímulo econômico avaliado em US$ 9 bilhões para a modernização de estradas, vias férreas e portos, entre outros, expôs o vice-ministro.

Este programa, acrescentou, nasceu com vocação de tornar o Cazaquistão um centro de conexão nos transportes eurasiáticos.

Vassilenko informou que desde que foram colocados em andamento os diferentes projetos de conexão do continente asiático e europeu, o Cazaquistão constrói mais de 2,5 mil quilômetros de redes ferroviárias e 4 mil quilômetros de estradas, incluída a rodovia China-Europa Ocidental, cujas obras devem terminar neste ano.

O objetivo do Cazaquistão, disse ministro, é torná-lo até 2020 um dos 40 países do mundo com a melhor oferta logística.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos