Bolsas

Câmbio

Walmart anuncia plano de recompra de ações de US$ 20 bilhões

Nova York, 10 out (EFE).- O Walmart anunciou nesta terça-feira a aprovação de um novo plano de recompra de ações, ao qual destinará cerca US$ 20 bilhões, e sua cotação disparou em Wall Street.

A multinacional americana explicou em um comunicado quais são seus planos para o futuro e revelou que esta medida para compensar os acionistas, aproveitando o excesso de liquidez que a companhia possui, terá duração de dois anos.

Além disso, o Walmart reafirmou suas previsões para o conjunto do ano fiscal 2018, que espera fechar com lucro líquido por ação de entre US$ 4,18 e 4,28, e espera aumentar para o exercício 2019 esses lucros em 5%.

"Estamos passando por um bom momento nos negócios, seguimos executando nossa estratégia e nos movendo com velocidade para ganhar com os clientes", disse o seu presidente e CEO da companhia, Doug McMillon.

Além disso, o Walmart garantiu que prevê agora que suas vendas 'on-line' nos Estados Unidos aumentem 40% durante o próximo exercício fiscal, enquanto espera que suas vendas totais cresçam em torno de 3%.

"Estamos conseguindo combinar a acessibilidade de nossas lojas físicas com o comércio eletrônico para oferecer a nossos clientes uma experiência de compra mais excitante", destacou o principal executivo da multinacional.

O Walmart, o principal grupo varejista do mundo com presença nas Américas, na Ásia e na Europa, tem um modelo que supera os 2 milhões de funcionários e conta, na atualidade, com uma avaliação de mercado que supera os US$ 250 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos