PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Maduro escolhe diretor da PDVSA sancionado por EUA como ministro da Economia

27/10/2017 20h03

Caracas, 27 out (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, escolheu como ministro de Economia e Finanças Simón Zerpa, que era o vice-presidente de finanças da companhia estatal Petróleos da Venezuela (PDVSA) e que foi sancionado pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos.

Zerpa foi nomeado como titular da pasta de Economia, "na condição de encarregado, com as competências inerentes ao referido cargo, conforme o ordenamento jurídico vigente", segundo publicou nesta sexta-feira a Gazeta Oficial da Venezuela.

Em julho deste ano, o Departamento do Tesouro dos EUA impôs sanções contra 13 funcionários e ex-funcionários venezuelanos por abusos de direitos humanos, corrupção e ações para minar a democracia, a fim de pressionar o governo de Maduro quatro dias antes da eleição da Assembleia Constituinte.

Entre os sancionados também se destacam a presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena; a ex-ministra e membro da comissão para a Constituinte, María Iris Varela; o então defensor público, Tareq Saab, entre outros.

A escolha de Zerpa é divulgada um dia depois de Assembleia Nacional Constituinte (ANC) nomear como presidente do Banco Central da Venezuela (BCV) Ramón Lobo, que era o ministro da Economia e foi vice-presidente da Área Econômica.