Bolsas

Câmbio

Fed mantém taxa de juros nos EUA e sugere alta em dezembro

Washington, 1 nov (EFE).- O Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, decidiu nesta quarta-feira manter as taxas de juros do país entre 1% e 1,25%, mas deixou aberta a possibilidade de uma alta na reunião marcada para dezembro devido à solidez apresentada pela economia americana.

A decisão divulgada após os dois dias de reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc), órgão do Fed que dirige a política monetária do país, foi tomada de forma unânime.

"O mercado de trabalho continuou o seu fortalecimento, e a atividade econômica continuou crescendo com solidez, apesar das alterações relacionadas com os furacões", diz o comunicado do banco central, mencionando os fenômenos climáticos como Harvey e Maria, que afetaram países caribenhos e os EUA nos últimos meses.

Além disso, o Fed reiterou que a inflação deve ficar "um pouco abaixo da meta anual de 2% no curto prazo".

A reunião, que não apresentou surpresas como se esperava, aconteceu na véspera do anúncio da decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seu nomeado para dirigir o Fed a partir de fevereiro de 2018.

O banco central americano, atualmente dirigido por Janet Yellen, fará nos dias 12 e 13 de dezembro sua última reunião do ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos