Bolsas

Câmbio

Governo espanhol alerta para estagnação na criação de empregos na Catalunha

Madri, 3 nov (EFE).- O governo da Espanha afirmou nesta sexta-feira que os dados de desemprego de outubro deste ano "certificam a estagnação" da criação de postos de trabalho na Catalunha.

Esta região liderou em outubro a alta do desemprego na Espanha com 14.698 desempregados a mais, o dobro que no mesmo mês de 2016.

"A criação de emprego está parando na Catalunha porque a estabilidade política é fundamental para a criação de emprego e oportunidades", argumentou a ministra de Emprego e Seguridade Social espanhola, Fátima Báñez, em entrevista à imprensa.

Báñez se referiu assim ao processo separatista promovido pelos ex-governantes catalães, que foram destituídos pelo Executivo espanhol no último dia 27 de outubro, logo depois que o parlamento regional aprovasse uma declaração de independência.

As mesmas autoridades catalãs tinham organizado antes, em 1º de outubro, um referendo de autodeterminação considerado ilegal pela Justiça espanhola.

Báñez apontou que foram criados apenas 1.700 empregos na Catalunha no último mês, quando em regiões similares, como Madri e na Comunidade Valenciana, esses números chegaram a 38.000 e 39.000, respectivamente.

Segundo dados do Serviço Público de Emprego Estatal (SEPE) publicados hoje, o número de desempregados aumentou em 56.844 pessoas em toda Espanha em outubro em comparação com setembro, com o que o número total subiu a 3.467.026.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos