Wall Street fecha com recordes positivos de Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq

Nova York, 3 nov (EFE).- Wall Street fechou nesta sexta-feira com novos recordes positivos nos três principais indicadores: o Dow Jones Industrial, o seletivo S&P 500 e o índice composto do mercado Nasdaq.

O principal indicador da Bolsa de Nova York subiu 0,10%, até 23.539,19 pontos. O S&P 500 progrediu 0,31%, para 2.587,84, enquanto o Nasdaq avançou 0,74%, até 6.764,44, os três em níveis nunca antes vistos.

Os operadores no pregão protagonizaram uma sessão volátil que começou com dúvidas por um relatório sobre o emprego nos Estados Unidos pior que o esperado. A animação veio mais tarde, com a divulgação dos resultados da Apple.

A gigante tecnológica obteve durante os primeiros minutos da jornada um novo patamar ao superar pela primeira vez na história os US$ 900 bilhões de valor de mercado devido ao entusiasmo despertado entre os investidores.

No mesmo dia em que começou a vender em 55 países o novo iPhone X, as ações da Apple fecharam o dia com uma forte alta do 2,61% no mercado Nasdaq. Agora, a avaliação da empresa na bolsa se situa em torno de US$ 891 bilhões.

Em segundo plano ficou o relatório oficial sobre o emprego nos Estados Unidos, onde a taxa de desemprego caiu 0,1% em outubro, para 4,1%, mas a economia criou menos postos de trabalho que os previstos.

Ao final do dia, os setores em Wall Street fecharam divididos entre as altas do tecnológico (0,91%) e do de saúde (0,79%) e as baixas do de matérias-primas (-0,32%) e do financeiro (-0,23%).

A Apple liderou os lucros no Dow Jones, com uma alta de 2,61%, seguida por Merck (1,28%), Nike (1,07%), Home Depot (1,05%), Wal-Mart (0,99%), General Electric (0,98%), UnitedHealth (0,83%), Cisco Systems (0.76%), American Express (0,47%) e Disney (0,35%).

As perdas foram lideradas pela Intel (-1,61%), seguida por IBM (-1,15%), Travelers (-1,05%), Goldman Sachs (-0,98%), Exxon Mobil (-0,42%), Boeing (-0,34%), United Technologies (-0,31%), Chevron (-0,28%), JPMorgan (-0,15%) e Verizon (-0,04%).

No final do pregão, a onça do ouro caía para US$ 1.270,70, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos diminuía para 2,332%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos