Bolsas

Câmbio

Explorador Palkiewicz se despede de suas aventuras ao estilo de Marco Polo

Astana, 22 nov (EFE).- O conhecido explorador polonês Jacek Palkiewicz anunciou nesta quarta-feira que decidiu pôr fim à sua carreira de viajante, seguindo os passos do lendário veneziano Marco Polo na Rota da Seda, que liga a Ásia com os portões da Europa.

"Chega um momento na vida no qual você deve prestar atenção à idade, mas você quer deixar um legado, uma marca importante. A Rota da Seda é um símbolo de aventura para um homem como eu que ama viajar", disse hoje Palkiewicz em entrevista coletiva em Astana, a capital do Cazaquistão.

Palkiewicz é conhecido por suas viagens extravagantes ao redor do mundo durante os últimos 40 anos. Entre elas, se destacam sua travessia pelo Oceano Atlântico em um pequeno bote e sua aventura pela selva amazônica, onde encontrou a nascente do rio Amazonas, que passou a ser considerado o mais longo do mundo.

Além disso, o polonês é membro da Royal Geographical Society e da Russian Geographical Society.

"Quando eu era menino, assim como muitas crianças, sonhava com Marco Polo, que é um símbolo de aventura. Lia seus documentos com interesse e sonhava em repetir o seu caminho. Eu queria viajar pela Grande Rota da Seda, e agora vou fazê-lo", acrescentou Palkiewicz.

O explorador polonês começará sua expedição em meados de 2018, partindo da cidade chinesa de Xian e viajará pelo continente asiático durante dois meses, até concluir sua aventura em Varsóvia, a capital da Polônia.

"O meu plano é viajar dez mil quilômetros por sete países e planejo ficar oito dias no Cazaquistão. Eu gostaria de ver os lugares onde a história ficou preservada, de sentir a profundidade de sua cultura", declarou o explorador polonês.

O Cazaquistão é um ponto central na Rota da Seda, já que, desde meados do século II a.C., as caravanas comerciais viajaram através das estepes cazaques, criando uma rota transcontinental.

"Na globalização, onde tudo acontece em um instante, muitas coisas estão cheias de química, há poluição e terrorismo. E eu quero ver algo real, autêntico e primordial. E acredito que o encontrarei no Cazaquistão", disse Palkiewicz.

O Cazaquistão está se preparando para esta aventura através da Rota da Seda mediante a criação de produtos turísticos e novas rotas pelos lugares por onde passará a expedição, disse hoje o vice-presidente do conselho da companhia de turismo do Cazaquistão, Timur Duysengaliev.

"Planejamos dotar a rota com a maior quantidade de atrações turísticas e monumentos sagrados que sejam interessantes para os turistas", explicou Duysengaliev.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos