Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,17%

Nova York, 1 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta sexta-feira em baixa de 0,17%, arrastado pelas últimas notícias sobre os possíveis laços entre a Rússia e a campanha presidencial de Donald Trump.

Ao término do pregão, o Dow Jones perdeu 40,76 pontos, para 24.272,21 unidades, enquanto o seletivo S&P 500 também fechou em baixa, de 0,20%, aos 2.642,22 pontos. Já o índice composto da Nasdaq caiu 0,38%, para 6.847,59.

Os operadores do pregão nova-iorquino apostaram pelas vendas durante toda a jornada em uma sessão na qual estavam atentos ao debate sobre a reforma tributária no Senado e às últimas notícias sobre a suposta interferência russa nas eleições presidenciais do ano passado.

Michael Flynn, ex-assessor de Segurança Nacional do presidente Trump, se declarou culpado hoje de ter mentido ao FBI sobre seus contatos com o embaixador russo durante a campanha eleitoral e pode ser condenado a cinco anos de prisão.

Pouco depois que foi veiculada a declaração de culpabilidade de Flynn, os operadores do pregão nova-iorquino aumentaram as vendas e o Dow Jones chegou a cair mais de 1%, mas, no reta final do pregão, os investidores recuperaram o ânimo e terminaram o dia com quedas mais moderadas.

O processo contra Flynn é produto da investigação aberta em maio para averiguar os possíveis laços entre a Rússia e a campanha de Trump para influenciar nas eleições presidenciais de 2016 e favorecer a vitória do magnata republicano.

No outra frente aberta, os senadores continuaram debatendo sobre a proposta de reforma tributária promovida pela Casa Branca e, ao fim da sessão da bolsa, a votação ainda não tinha sido convocada no Capitólio.

A General Electric (-2,19%) liderou os números vermelhos no Dow Jones Industrial, à frente de Boeing (-1,86%), Visa (-1,65%), United Technologies (-1,10%), 3M (-0,77%), UnitedHealth (-0,61%), Apple (-0,47%), Intel (-0,36%) e Nike (-0,23%).

Já as principais altas foram dos títulos de Merck (1,09%), Cisco Systems (0,80%), Verizon (0,71%), IBM (0,57%), McDonald's (0,52%), Goldman Sachs (0,50%), Travelers (0,47%), Johnson & Johnson (0,47%) e Chevron (0,44%).

No fim do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.283,70, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos caía para 2,363%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos