Bolsas

Câmbio

Wall Street fecha com novos recordes em seus principais indicadores

Nova York, 15 dez (EFE).- Os mercados em Wall Street fecharam nesta sexta-feira com altas expressivas e recordes em seus três principais indicadores: Dow Jones Industrial, S&P 500 e Nasdaq.

O Dow Jones Industrial subiu 0,58%, para 24.651,74 pontos, o S&P 500 avançou 0,90%, para 2.675,81, e o indicador composto da bolsa eletrônica Nasdaq ganhou 1,17% e fechou aos 6.936,58.

Os investidores estavam animados com os avanços nas negociações no Congresso para aprovar o texto definitivo da esperada reforma fiscal defendida pelo presidente do país, Donald Trump.

Senadores republicanos considerados "rebeldes", como Marco Rubio (Flórida) e Bob Corker (Tennessee), anunciaram hoje a intenção de apoiar o projeto de Trump, o que pode facilitar a aprovação.

A reforma é uma das principais promessas de campanha do presidente. O projeto prevê uma histórica redução de impostos que segue sendo negociada no Capitólio.

A expectativa é fechar o texto até a próxima semana, para que Trump possa sancioná-lo antes do fim do ano.

No Dow Jones, as principais altas foram dos papéis de Intel (3,01%), Microsoft (2,55%), Pfizer (2,00%), United Technologies (1,95%), Travelers (1,74%), American Express (1,41%), JPMorgan (1,39%), Apple (1,02%) e Procter & Gamble (0,97%).

As quedas mais acentuadas foram das ações de IBM (-0,97%), 3M (-0,03%) e Wal-Mart ( 0,02%).

No fim do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.258,50, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos caía avançava para 2,352%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos