Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em alta de 0,23%

Nova York, 21 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em alta de 0,22%, um dia depois da aprovação da histórica reforma tributária nos Estados Unidos.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 55,64 pontos e chegou a 24.782,29. O seletivo S&P 500 subiu 0,20%, para 2.684,57, e o índice composto da Nasdaq avançou 0,06% e fechou aos 6.965,36.

Com a valorização de hoje, o Dow Jones ficou a apenas dez pontos de estabelecer um novo recorde histórico, e no caso do S&P 500, a menos de oito pontos.

Antes da abertura, repercutiu entre investidores a notícia de que o Departamento de Comércio divulgou que a economia nacional cresceu em um ritmo anual de 3,2% no terceiro trimestre do ano, levemente abaixo do cálculo anterior, de 3,3%.

Já o Departamento do Trabalho revelou que os pedidos semanais de seguro desemprego aumentaram na semana passada em 20 mil, para um total de 245 mil, acima dos 231 mil previstos por analistas.

No Dow Jones, as altas mais expressivas foram dos papéis de Chevron (3,25%), Goldman Sachs (2,30%), Nike (1,82%), JPMorgan (1,58%), Caterpillar (1,40%), Exxon Mobil (1,18%), Merck (0,89%), Verizon (0,45%), Home Depot (0,41%), Apple (0,38%) e Visa (0,26%).

As quedas mais acentuadas foram das ações de Intel (-1,68%), Coca-Cola (-1,04%), Boeing (-0,96%), IBM (-0,95%), 3M (-0,90%), Walmart (-0,72%), Travelers (-0,61%), Pfizer (-0,60%), Cisco Systems (-0,54%), UnitedHealth (- 0,31%) e McDonald's (-0,20%).

No fechamento do pregão, a onça do ouro subia para US$ 1.271, e a rentabilidade dos títulos da dívida pública americana com vencimento em dez anos caía para 2,485%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos