Bolsas

Câmbio

Pequim permitirá a entrada sem visto para períodos menores de 6 dias

Pequim, 27 dez (EFE).- As cidades de Pequim e Tianjin, junto com a província vizinha, Hebei, permitirão a partir de amanhã a visitantes de 53 países entrar nessa região sem necessidade de visto para períodos de permanência inferiores a 144 horas (seis dias), informou nesta quarta-feira o "Diário do Povo" na sua conta do Twitter.

Entre os 53 países da lista estão os da zona Schengen, além de Reino Unido, Brasil, Estados Unidos, México, Chile e Argentina, entre outros.

Pequim e Tianjin até agora permitiam a entrada sem visto para estadias de até 72 horas (três dias), como outros 16 aeroportos internacionais do país, incluindo os de Xangai, Cantão e Xian.

Com esta medida a China quer aumentar o número de visitas ao país.

A medida, que também facilitará a entrada por motivos de negócios, é um dos primeiros exemplos de coordenação entre Pequim, Tianjin e Hebei, uma região do norte da China que o Governo central quer converter num corredor econômico capaz de competir com os dois mais tradicionais do país nos deltas dos rios Yangtsé (com centro em Xangai) e das Pérolas (Cantão e Hong Kong).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos