ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Barril do Brent sobe 0,58% e supera US$ 70 pela primeira vez desde 2014

15/01/2018 18h13

Londres, 15 jan (EFE).- O barril de petróleo Brent para entrega em março fechou nesta segunda-feira em alta de 0,58% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 70,26, ultrapassando o patamar de US$ 70 ao término da sessão pela primeira vez desde dezembro de 2014.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou o pregão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,41 acima do valor final da sessão de sexta-feira passada, quando estava cotado a US$ 69,85.

A debilidade do dólar, moeda na qual se negociam os futuros do petróleo, impulsionou hoje o preço do Brent, que na semana passada já havia superado durante a sessão a barreira psicológica dos US$ 70 pela primeira vez em três anos.

O barril europeu manteve a tendência de alta dos últimos dias, embora seu avanço tenha sido limitado, segundo os analistas, pelo aumento no número de poços ativos nos Estados Unidos que foi divulgado na sexta-feira.

As restrições no bombeamento que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros grandes produtores decidiram manter até o final de 2018 também contribuíram para o aumento do preço.

A cotação do Brent aumentou mais de 10% desde o último dia 30 de novembro, quando o cartel liderado pela Arábia Saudita anunciou sua intenção de estender o congelamento da produção, que se iniciou em janeiro de 2017.

Essas medidas começaram a aliviar o excesso de oferta que lastrou os preços do petróleo a partir da segunda metade de 2014, após ter superado US$ 110 por barril naquele ano.

Os especialistas alertaram, no entanto, que o avanço do preço reativou a parte da indústria, especialmente nos Estados Unidos, que paralisou suas operações devido à baixa rentabilidade, o que pode modificar de novo o equilíbrio entre a oferta e a demanda.

Mais Economia