ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Emirates encomenda 36 Airbus A380 por US$ 16 bilhões

18/01/2018 10h03

Dubai, 18 jan (EFE).- A companhia aérea Emirates anunciou nesta quinta-feira (18) um acordo de compra de 36 aviões Airbus A380 por US$ 16 bilhões, fundamental para garantir o futuro da fabricação desta aeronave de grande envergadura.

O acordo consta de 20 pedidos fixados definitivamente e 16 ordens de compra e começarão a ser entregues em 2020, segundo um comunicado da companhia.

Com estes novos pedidos, a frota de A380 da Emirates chegará a 178 aeronaves, o que representa um gasto total de US$ 60 bilhões, segundo a nota.

O vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed bin Rashid Al Maktoum, afirmou na nota que este acordo reflete o "compromisso" da companhia aérea em "avançar" nos planos de Dubai de assentar-se como "um destino de classe mundial" e um centro de conexão aérea.

Airbus ameaçou encerrar produção

Na segunda-feira passada o chefe comercial da Airbus, John Leahy, afirmou que, se não fosse fechado o acordo com a Emirates, o fabricante europeu teria que pôr fim ao programa do A380.

A Emirates é, de longe, o principal cliente dessa aeronave gigante, já que, incluindo o novo pedido, comprou 179 dos 353 desses aviões vendidos pelo fabricante europeu.

A Airbus não vendeu nenhuma unidade do A380 no ano passado ano e tem 95 aviões pendentes de entrega, 12 dos quais sairão este ano da sua fábrica de ensamblagem em Toulouse, no sul da França, segundo os planos anunciados pela companhia.

O programa do A380, que pode transportar mais de 500 passageiros em sua configuração padrão, foi lançado em 2000 e realizou seu primeiro voo de teste em 2005.

Brasil entra na rota do A380, maior avião comercial do mundo

UOL Notícias

Mais Economia