ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

EUA anunciam que Rússia sofrerá mais sanções por "lista Putin"

30/01/2018 18h38

Washington, 30 jan (EFE).- O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, ressaltou nesta terça-feira que serão aplicadas, em breve, sanções a vários dos incluídos na chamada "lista Putin", que conta com cerca de 100 nomes de oligarcas que ganaram poder ou riqueza na Rússia graças ao presidente Vladimir Putin.

"De nenhuma maneira deveria ser interpretado que não vamos sancionar ninguém nessa lista", disse Mnuchin ao responder a parlamentares que criticaram a falta de contundência do governo do presidente Donald Trump depois que o Congresso votou a favor de novas sanções pela suposta ingerência de Moscou nas eleições presidenciais de 2016.

Em um pronunciamento ao comitê bancário do Senado, Mnuchin disse que "haverá sanções" a pessoas que aparecerem na lista e apontou que elas podem ser aplicadas a curto prazo, como no "próximo mês", sem dar mais detalhes a respeito.

O Departamento do Tesouro divulgou na noite de segunda-feira um relatório que aponta 96 oligarcas e 114 funcionários de alta representatividade no Kremlin.

Entre os nomes - que segundo o Departamento do Tesouro teriam fortunas superiores a US$ 1 bilhão - está o do magnata Roman Abramovich, dono do clube inglês de futebol Chelsea.

A lista não acarreta sanções econômicas ou diplomáticas para os integrantes, mas aumenta a pressão de Washington sobre Moscou pela suposta ingerência nas eleições presidenciais de 2016, em um momento em que as relações entre os dois países está em seu nível mais baixo em décadas.

Mais Economia