ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Empresa transformará 50.000 lares em central solar "virtual" na Austrália

04/02/2018 09h01

Sydney (Austrália), 4 fev (EFE).- O primeiro-ministro da Austrália do Sul, Jay Weatherill, anunciou neste domingo um acordo com a empresa Tesla para instalar painéis solares e baterias em 50.000 lares deste estado australiano, na que será a maior central solar "virtual" do mundo.

O plano, anunciado a um mês e meio das eleições nesta jurisdição, prevê a instalação de forma gratuita de painéis e baterias em cada casa e financiar-se com a venda da eletricidade gerada, afirmou Weatherill em uma entrevista à emissora "ABC".

A implementação começará em junho em fase de testes com 100 imóveis de propriedade pública e seguirá com outras mil no ano que vem.

Superados os testes, o programa se estenderá a outras 24.000 imóveis de proteção oficial e será oferecido a todas as casas de propriedade privada do estado com o objetivo de dobrar o número de lares participantes nos próximos quatro anos.

"Utilizaremos as casas particulares para gerar energia para a rede da Austrália do Sul e as que participarem se beneficiarão de uma importante economia da sua fatura elétrica", assegurou Weatherill.

O projeto disporá de uma subvenção de US$ 1,6 milhão e um empréstimo de um fundo público para as energias renováveis a Tesla de US$ 23,8 milhões.

O acordo prevê que a energia gerada não seja propriedade do lar que a produzir, mas que passe a ser administrada pelo fornecedor que adjudicar a concessão.

Esta é a segunda colaboração entre o primeiro-ministro da Austrália do Sul e o diretor executivo da Tesla, Elon Musk, após a implementação neste estado da maior bateria de lítio do mundo em dezembro do ano passado.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia