Bolsas

Câmbio

Organização de baile de carnaval queima livro sobre famílias gays na Croácia

Zagreb, 5 fev (EFE).- A réplica de um livro infantil sobre famílias homoafetivas foi queimado em uma festa de carnaval para crianças na Croácia como representante do "diabo", denunciaram ativistas e a imprensa croata nesta segunda-feira.

O livro em questão é o primeiro do país sobre famílias gays e foi publicado em janeiro, com o título "My Rainbow Family" (Minha família arco-íris). A história fala sobre um menino com duas mães e uma menina com dois pais.

Após a festa de ontem para centenas de crianças, e que acabou em uma praia do Mar Adriático em Kastela, a réplica do livro - feita de cartolina, madeira e com uma bandeira do arco-íris - foi arremessada numa fogueira como representante do "diabo". De acordo com o jornal "Jutarnji list", no baile estavam alunos de creches e de escolas públicas e particulares.

Ao fim da festa, o site oficial da cidade destacou que "nem a chuva nem as nuvens escuras conseguiram impedir os pequenos fantasiados de condenar e queimar o diabo deste ano". O prefeito de Kastela, Denis Ivanovic, do partido conservador União Democrática Croata (HDZ), considerou que tudo correu dentro da normalidade. O político afirmou que essa é uma tradição antiga e que não cabe a ele criticar a escolha do "diabo do carnaval", uma figura que representa todas as doenças do ano.

A associação que editou o livro criticou o ocorrido e pediu que as pessoas leiam o material antes de criticar o conteúdo.

"Ensinando sobre amor e tolerância e não sobre ódio e violência. Nesse espírito, chamamos todas as pessoas que participaram do ato a ler o livro", disse à Agência Efe o coordenador da associação, Daniel Martinovic.

A Croácia tem uma forte influência da Igreja Católica, e os preconceitos com a comunidade LGTB continuam sendo grandes. Em dezembro de 2013, o país proibiu o casamento gay através de um referendo que definiu o termo casamento como a "ligação exclusivamente entre homem e mulher". No entanto, o governo social democrata adotou em 2014 uma lei que iguala em direitos uniões homoafetivas e casamentos tradicionais, exceto nos quesitos nome da união e direito à adoção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos