Bolsas

Câmbio

Rússia divide preocupação com Europa sobre tarifas anunciadas por Trump

Moscou, 2 mar (EFE).- O Kremlin compartilhou nesta sexta-feira a preocupação expressada por vários países da Europa sobre a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de impor tarifas às importações de aço e alumínio.

"Sabemos que muitas capitais europeias já expressaram uma grande preocupação diante desta decisão. Compartilhamos essa preocupação e vamos analisar a nova situação nas relações comerciais" com os EUA, disse aos jornalistas o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Perguntado sobre se a decisão da Casa Branca é especificamente dirigida contra a Rússia, Peskov respondeu que se trata de uma "medida contra muitos países".

Trump anunciou ontem que assinará na próxima semana a imposição de tarifas de 25% sobre as importações de aço e de 10% às de alumínio para alguns países.

Embora o presidente americano não tenha se referido especificamente a nenhum país, o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, mencionou a China como o principal rival na produção de aço e alumínio, e também citou Rússia, Brasil e Coreia do Sul.

O presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, lamentou a decisão de Trump e anunciou que a União Europeia (UE) responderá "adequadamente" à imposição de tarifas.

Juncker ressaltou que a decisão americana "só pode agravar as coisas", em um contexto de deterioração das relações comerciais entre UE e EUA, que negociavam um acordo de livre-comércio até a chegada de Trump à Casa Branca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos