ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Avianca demite 95 pilotos e suspende outros 80 após greve

05/03/2018 22h55

Bogotá, 5 mar (EFE).- A companhia aérea Avianca demitiu 95 pilotos e suspendeu outros 80 que participaram da greve que durou 52 dias no ano passado e que foi declarada ilegal pela Suprema Corte de Justiça da Colômbia, informou nesta segunda-feira a própria empresa.

Segundo a companhia aérea, hoje foram realizadas 36 audiências, onde se decidiu, em primeira instância, "pela terminação do contrato com justa causa de apenas quatro pilotos, e a suspensão temporária de 32".

Ao fazer um balanço sobre os processos, a Avianca afirmou que com a decisão de hoje já deu por encerrados 95 contratos "por justa causa".

A Avianca reafirma que estes processos disciplinares se dão pela aplicação da decisão da Corte Suprema de Justiça.

A greve, ocorrida entre os dias 20 de setembro e 10 de novembro do ano passado e na qual participaram mais de 700 pilotos, equivalentes à metade da força de trabalho de pilotos da companhia, obrigou a Avianca a cancelar 14.547 voos, o que afetou mais de 400 mil passageiros.

A empresa citou mais de 200 pilotos em processos disciplinares, que começaram na segunda-feira da semana passada e concluirão amanhã, depois que a Corte Suprema ratificou a ilegalidade da greve de pilotos no último dia 9 de fevereiro.

Veja como é feita a lavagem externa de um A380 da Emirates

UOL Notícias

Mais Economia