Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em leve alta de 0,04%

Nova York, 6 mar (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em leve alta de 0,04%, em uma sessão volátil dominada pelo debate sobre a imposição de tarifas, as notícias procedentes da Coreia do Norte e o temor de uma possível renúncia de um assessor da Casa Branca.

Ao final do pregão, o principal indicador da bolsa de Nova York somou 9,36 pontos e ficou com 24.884,12. Já o seletivo S&P 500 subiu 0,26%, até 2.728,12, enquanto o índice composto da Nasdaq avançou 0,56%, para 7.372,01 pontos.

Wall Street começou hoje em terreno positivo e estimulado pela abertura da Coreia do Norte a manter um diálogo formal sobre sua desnuclearização, mas na metade da jornada foi puxada para baixo pelos temores de que o principal assessor econômico do presidente Donald Trump, Gary Cohn, deixe seu cargo em rejeição aos planos tarifários do presidente.

O anúncio das tarifas às importações de aço e alumínio que fez Wall Street cair na semana passada seguiu provocando debate hoje, dessa vez entre os republicanos, que contam como crítico da medida o presidente da Câmara de Representantes, Paul Ryan, enquanto o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, a apoia.

A maioria dos setores da Bolsa de Nova York operavam com números verdes, liderados pelo dos materiais básicos (1,23%) e o dos bens de consumo não cíclico (0,7%), enquanto caíam o das empresas de serviços públicos (-0,87%) e o sanitário (-0,3%).

Entre os 30 componentes do Dow Jones, os lucros foram liderados por Intel (1,93%) e Caterpillar (1,77%), na frente de DowDuPont (1,62%) e General Electric (1,12%).

Por outro lado, as baixas foram puxadas por Johnson & Johnson (-1,19%), Boeing (-1,05%) e Wal-Mart (-1,02%).

Em outros mercados, a onça do ouro subia para US$ 1.335,20, enquanto a rentabilidade do bônus do Tesouro em dez anos avançava até 2,884%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos