Bolsas

Câmbio

Toys "R" Us planeja fechar lojas nos EUA e em outros países, diz jornal

Nova York, 14 mar (EFE).- A rede de lojas de brinquedos Toys "R" Us comunicou nesta quarta-feira aos seus funcionários que vai vender ou fechar todas suas lojas nos Estados Unidos, uma medida que deve se estender também para outros países, como Espanha e França, informou o "The Wall Street Journal".

Segundo o jornal, o principal diretor da empresa, David Brandon, enviou essa mensagem aos trabalhadores na sede central da Toys "R" Us, em Wayne, no estado de Nova Jersey.

Nos Estados Unidos, a medida afetaria mais de 700 estabelecimentos, incluindo os da rede Baby "R" Us. Isso pode representar a demissão de 33 mil pessoas nos próximos meses.

O "Journal" afirmou que Brandon disse aos funcionários que é provável que a Toys "R" Us encerre suas operações na França, Espanha, Polônia e Austrália. Além disso, planeja vender seus negócios no Canadá, na Europa e na Ásia.

"Estamos colocando um cartaz de 'vende-se' em tudo", disse Brandon hoje aos funcionários da empresa, segundo o "Journal".

Por enquanto, a empresa não fez um anúncio oficial sobre o caso.

A Toys "R" Us só anunciou que fechará todas as lojas no Reino Unido nas próximas seis semanas, deixando 3 mil desempregados.

Ontem, a emissora "CBNC" antecipou que a Toys "R" Us estava finalizando o plano para vender toda a operação nos EUA.

Segundo o "Journal", a empresa deve entregar ainda hoje documentos relativos à venda de seus negócios, antes de uma audiência judicial sobre a declaração de falência amanhã.

A Toys "R" Us declarou esse processo em setembro. A empresa tem uma grande dívida e foi afetada pela mudança dos hábitos de consumo dos clientes.

Apesar de ter anunciado inicialmente que manteria todas as lojas abertas, em janeiro a empresa já tinha fechado 182 estabelecimentos nos EUA. No mundo, a Toys "R" Us tem 1.600 lojas e aproximadamente 60 mil empregados. No Natal, esse número subia para 100 mil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos