ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Após escândalo do Facebook, ONU quer debater uso de dados pessoais na rede

20/03/2018 16h43

Nações Unidas, 20 mar (EFE).- A ONU defendeu nesta terça-feira a necessidade de promover um grande debate entre governos, empresários e sociedade civil para chegar a um acordo sobre o uso de dados pessoais, se oferecendo como sede para essas discussões.

A utilização de dados de 50 milhões de usuários do Facebook nos Estados Unidos pela consultoria Cambridge Analytica, um escândalo revelado no sábado, mostra, na visão do secretário-geral da ONU, António Guterres, a importância de se chegar a um entendimento.

"É por esse tipo de caso que o secretário-geral chamou todos os atores para se reunirem e conseguirem acordos básicos", afirmou o porta-voz da Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric.

O porta-voz esclareceu não é objetivo da ONU liderar essas conversas, mas que a organização para ser a "plataforma adequada" para reunir todos esses atores e discutir esses novos problemas que o mundo todo está enfrentando.

As declarações foram uma resposta de Dujarric às perguntas dos jornalistas sobre o escândalo revelado no sábado passado. O Facebook está sendo investigado por ter permitido que a Cambridge Analytica tivesse acesso a dados de 50 milhões de usuários da rede social.

A Cambridge Analytica colaborou com a campanha do presidente dos EUA, Donald Trump, nas eleições de 2016, utilizando as informações para desenvolver um programa para prever decisões do eleitorado.

Hoje, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, foi convocado a se explicar sobre o vazamento no parlamento do Reino Unido.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia