ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Maduro anuncia reconversão monetária e elimina 3 zeros do bolívar

22/03/2018 21h55

Caracas, 22 mar (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ordenou nesta quinta-feira a eliminação de três zeros do bolívar e a retirada de circulação o cone monetário vigente a partir do próximo dia 4 de junho, como parte das suas medidas econômicas para "garantir as atividades comerciais".

"Decidi eliminar três zeros da moeda e tirar de circulação o atual cone monetário e pôr em circulação um novo cone monetário com três zeros a menos na moeda", disse Maduro em discurso transmitido pela emissora estatal "VTV".

O presidente venezuelano disse que este novo cone monetário - que substitui o que instaurou em janeiro de 2017 - fará frente à "guerra econômica de perseguição financeira" que sofre seu governo e que garantiu ser dirigida da Colômbia pelo presidente Juan Manuel Santos com ajuda do deputado opositor venezuelano Julio Borges.

"Decidi tirar de circulação o atual cone monetário para garantir ao povo da Venezuela suas atividades comerciais e monetárias", acrescentou Maduro sobre este novo esquema monetário que começará a circular em pouco mais de dois meses.

A cédula de maior denominação deste novo cone - 500 bolívares - equivale a apenas US$ 0,01 de acordo com o câmbio oficial de 43.980 bolívares para cada US$ 1.

Maduro disse que esta ação está relacionada com "a defesa do bolívar" e que estas novas cédulas passarão a ser conhecidas como " bolívar soberano".

"Vamos a desmonetizar o atual cone monetário por um novo cone, o Bolívar Soberano. Não vamos dolarizar a nossa economia, vamos defender o nosso bolívar", frisou.

O novo cone está composto por duas moedas, uma de 50 centavos de bolívar (US$ 0,00001) e outra de 1 bolívar (US$ 0,00002). Além disso, há cédulas de 2 (US$ 0,00004), 5 (US$ 0,0001), 10 (US$ 0,0002), 20 (US$ 0,0004), 50 (US$ 0,001), 100 (US$ 0,002), 200 (US$ 0,004) e 500 bolívares (US$ 0,01).

Mais Economia