ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Zuckerberg pede perdão por uso de dados tirados do Facebook

25/03/2018 11h47

Londres, 25 mar (EFE).- O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, pediu neste domingo perdão aos britânicos após o uso de dados pela empresa de consultoria Cambridge Analytica, mediante um anúncio publicado em vários jornais do Reino Unido.

"Temos a responsabilidade de proteger sua informação. Se não pudermos fazer isso, não a merecemos", afirmou o americano em sua carta de desculpa, com um pequeno logo da companhia e que ocupa uma página completa de publicidade em jornais como "The Observer".

Zuckerberg publicou esta nota depois que nesta semana foi revelado o escândalo de filtragem de dados de mais de 50 milhões de usuários do Facebook à Cambridge Analytica (CA), a empresa de consultoria britânica vinculada à campanha eleitoral em 2016 do agora presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Na carta de desculpa, Zuckenberg admite que faltou com a confiança dos usuários ao permitir que um aplicativo, desenvolvido por Aleksandr Kogan, solicitasse dados para CA e lamentou não ter feito "mais a respeito".

"Estamos dando os passos necessários para que isto não volte a acontecer", assegurou um dia depois que investigadores do Escritório do Comissário de Informação britânica revistaram durante sete horas as instalações da Cambridge Analytica em Londres em busca de provas.

Zuckerberg, cuja empresa perdeu mais de US$ 50 bilhões de seu valor de mercado desde as acusações, afirma que o Facebook fornecerá aos usuários mais informações sobre quem pode ter acesso aos seus dados

"Obrigado por acreditar nessa comunidade. Prometo fazer o melhor por vocês", conclui.

Mais Economia