ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Em visita ao Brasil, Ana Botín faz imersão na economia local

26/03/2018 17h14

Paulista (PE), 26 mar (EFE).- A comerciante Lenice Alexandre de Souza, dona de uma loja de roupas no município de Paulista, na região metropolitana do Recife, em Pernambuco, recebeu hoje a visita da presidenta mundial do Santander, Ana Botín, e do presidente da operação brasileira, Sérgio Rial.

Depois de participar de uma palestra de capacitação de microempreendedores na Universidade Joaquim Nabuco, Ana uniu-se ao time de prospecção de clientes do banco e foi à cidade conhecer a economia local.

No roteiro, estava o estabelecimento de Lenice, que não perdeu a oportunidade de fechar negócio. Era só uma blusinha, mas foi a venda mais importante já feita pela comerciante.

Confesso que fiquei nervosa, mas, quando ela me pediu para dar uma olhada nos produtos, fiz minha venda", conta a empreendedora, que é cliente do programa de microcrédito Santander Prospera na cidade de pouco mais de 300 mil habitantes que simboliza o potencial da economia nordestina.

"Foi uma conversa rápida, mas tive chance de contar o quanto prosperei desde que comecei a contar com o apoio do banco", acrescentou a comerciante.

O microcrédito produtivo e orientado é um poderoso instrumento de geração de renda e desenvolvimento em pequenas comunidades.

De acordo com um estudo recente realizado pelo banco, cada um real emprestado nessa modalidade gera R$ 4,50 para o PIB do município.

O Santander é o banco privado com a maior operação de microcrédito do País e foram mais de R$ 4 bilhões em desembolsos nos últimos 16 anos, para uma base de clientes formada majoritariamente por mulheres.

Depois de ver de perto a experiência brasileira com o microcrédito, Ana Botín e Sérgio Rial seguiram para Ribeirão Preto, onde ainda hoje conhecerá mais a fundo outra atividade em que o País é referência internacional: o agronegócio.

Um jantar com produtores rurais será realizado para reforçar o compromisso do Santander com o desenvolvimento do setor. Em 2017, o banco ampliou em 42% sua posição de crédito rural no País e chegou a R$ 13 bilhões.

A visita da presidenta mundial do Banco terminará, em São Paulo, com uma visita ao Farol Santander, novo polo de entretenimento, cultura e empreendedorismo da capital paulista, e uma palestra para o Grupo Mulheres do Brasil, iniciativa que reúne 12 mil empresárias e é liderada por Luiza Trajano.

Eleita há dois anos uma das dez mulheres mais poderosas do mundo pela revista Forbes, Ana Botín está à frente do Grupo Santander há quatro anos, depois de liderar o Banesto, na Espanha, e a operação do banco no Reino Unido.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia