Bolsas

Câmbio

China anuncia tarifas de 25% para importações dos Estados Unidos

Pequim, 4 abr (EFE).- A China anunciou, nesta quarta-feira, novas tarifas de 25% para um total de 106 produtos importados dos Estados Unidos, incluindo a soja, automóveis e aviões, no valor de US$ 50 bilhões.

O Ministério do Comércio informou esta medida com a qual pretende defender os direitos do país das tarifas anunciadas pelo governo de Donald Trump contra as importações chinesas, os mais recentes dirigidos a dispositivos de tecnologia de ponta das indústrias aeroespacial e robótica, entre outros.

Os produtos incluídos na lista tiveram um valor de US$ 50 bilhões em 2017, segundo detalhou o Ministério chinês em comunicado, que não precisou a data de entrada de vigor desses novos encargos.

Entre os produtos que serão afetados pelas tarifas de 25% estão alguns agrícolas, como a soja e milho, assim como a carne, suco de laranja e alguns tipos de veículos e aviões.

As autoridades chinesas insistiram em que com esta medida, pretendem "defender os direitos legais da China" diante da "emergência" causada pelos EUA, que atuaram "contra suas obrigações internacionais".

O gigante asiático, que é o segundo maior parceiro comercial dos EUA, já anunciou na última segunda-feira a imposição de taxas para um conjunto de 128 produtos americanos, em resposta às tarifas que Washington anunciou no mês passado sobre as importações de aço e alumínios chineses.

A China revelou esta nova lista de 106 produtos depois que ontem feito pelo Escritório do Representante de Comércio Exterior dos Estados Unidos (USTR), que publicou um lista incluindo 1,3 mil produtos chineses que pretende impor tarifas como resposta a práticas comerciais consideradas "injustas" da China.

Esta lista, que inclui dispositivos de tecnologia de ponta das indústrias aeroespacial e robótica, está agora sujeita a um período de comentários públicos de 30 dias antes que as tarifas protecionistas entrem em vigor.

Trump, anunciou em março que taxaria as importações chinesas em até US$ 60 bilhões. A USTR informou hoje, no entanto, que as tarifas devem corresponder a US$ 50 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos