ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Dow Jones fecha em alta de 0,19%

09/04/2018 18h32

Nova York, 9 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta segunda-feira em alta de 0,20%, em um pregão no qual a operação de busca e apreensão no escritório do advogado pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, repercutiu mais que as tensões comerciais entre Estados Unidos e China.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 46,34 pontos e chegou a 23.979,10. O seletivo S&P 500 subiu 0,33%, para 2.613,16, e o índice composto da Nasdaq avançou 0,51% e fechou aos 6.950,34 pontos.

Os investidores apostaram nas compras durante a maior parte do pregão, porém, segundo analistas do mercado, os ânimos diminuíram na última hora. A perda do ritmo aconteceu quando se soube que o FBI fez hoje uma operação de busca e apreensão no escritório de Michael Cohen, advogado pessoal de Trump, e confiscou documentos relacionados com diversos assuntos, entre eles os pagamentos à atriz pornô Stormy Daniels. Os indicadores se apoiavam até então nos suavizados discursos do presidente e do secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, em relação às tensões comerciais com a China.

Por outro lado, os investidores esperam com certo otimismo a divulgação de alguns resultados empresariais do primeiro trimestre para o final desta semana, que segundo os analistas serão positivos.

No Dow Jones, a alta mais expressiva foi dos títulos da Merck (5,25%), após um comitê informar que seu medicamento Keytruda ajudou pacientes com câncer de pulmão a viver mais.

Também se destacaram as altas de Intel (1,56%), IBM (1,41%), Cisco (1,08%) e JPMorgan Chase (1,20%). As quedas mais acentuadas foram das ações de General Electric (-1,76%), Boeing (-1,12%) e Home Depot (-1,11%).

No fechamento em Wall Street, a onça do ouro subia para US$ 1.340, e a rentabilidade dos títulos do tesouro americano com vencimento em dez anos caía para 2,777%.

Mais Economia