Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em alta de 1,79%

Nova York, 10 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em alta de 1,79%, em um pregão no qual as notícias que mais repercutiram entre os investidores foi a do discurso aberturista do presidente da China, Xi Jinping, e a do depoimento do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, no Congresso dos Estados Unidos.

O principal indicador da Bolsa de Nova York somou 428,90 pontos e chegou a 24.408. O S&P 500 subiu 1,67%, para 2.656,87, e o índice composto da Nasdaq avançou 2,07% e fechou aos 7.094,30 pontos.

Xi defendeu no Fórum de Boao, conhecido como o "Davos asiático", o aumento da proteção aos direitos de propriedade intelectual e a redução das tarifas à importação de produtos estrangeiros, como os automóveis.

Os temas geopolíticos não pareceram preocupar os mercados, que davam mais atenção ao depoimento de Zuckerberg no Senado, onde assumiu a responsabilidade pelo uso indevido de dados do Facebook pela empresa de consultoria política Cambridge Analytica.

As ações do Facebook chegaram a disparar quase 5%, perderam um pouco de fôlego, mas subiram 4,5%. Outros papéis de empresas do setor de tecnologia também tiveram altas expressivas, como os de Netflix (2,80%), Amazon (2,15%), Apple (1,88%) e Alphabet (1,60%).

No Dow Jones, as altas mais acentuadas foram dos títulos de Boeing (3,83%), Caterpillar (3,50%), Intel (3,47%), Cisco (3,25%) e DowDuPont (3,45%).

No fechamento em Wall Street, a onça do ouro subia para US$ 1.343,90, e a rentabilidade dos títulos do tesouro americano com vencimento em dez anos caía para 2,799%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos