ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Contrabando de carne brasileira estremece setor de carne no Paraguai

11/05/2018 14h51

Assunção, 11 mai (EFE).- O setor paraguaio de carne foi atingido por um suposto caso de contrabando de carne procedente do Brasil, o que provocou o fechamento de um frigorífico que exporta à Russia, o maior comprador do Paraguai, país que pediu explicações às autoridades locais sobre o fato.

O Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa) ordenou nesta semana a suspensão da importação e exportação ao Frigorífico Concepción (norte) pela entrada de carne brasileira sem a certidão pertinente.

Cerca de 180 toneladas de carne do Brasil foram interceptadas e depois destruídas após terem chegado em cinco caminhões a esse frigorífico.

O presidente do Senacsa, Hugo Idoyaga, disse hoje à "Rádio Nacional" que o ente apresentou uma denúncia contra essa empresa ao comprovar que só 40% dos documentos apresentados eram legais.

"O resto têm números que pertenceriam a outras empresas, pelo qual apresentamos a denúncia penal", disse a esse meio.

Idoyaga acrescentou que o Frigorífico Concepción "tem autorização de ingressar 7 mil toneladas e no entanto estava introduzindo aproximadamente um pouco mais de 17 mil toneladas".

Por sua vez, o embaixador paraguaio na Rússia, Ramón Díaz Pereira, informou que as autoridades desse país mostraram preocupação com uma suposta venda de carne brasileira mediante frigoríficos paraguaios

O embaixador lembrou, em declarações coletadas pela agência estatal "IP", que "as carnes suína e bovina brasileira têm o mercado fechado neste momento".

Idoyaga disse que o caso não põe em risco o status sanitário do setor local.

O Paraguai é o sexto produtor e exportador mundial de carne bovina e o Chile e a Rússia são os principais mercados de exportação.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia