Bolsas

Câmbio

Dow Jones fecha em baixa de 0,22%

Nova York, 17 mai (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira em baixa de 0,22%, em um pregão que apresentava rumo indefinido a princípio, mas encontrou um após novos comentários da Casa Branca sobre as relações comerciais com a China.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 54,95 pontos e ficou com 24.713,98. O seletivo S&P 500 caiu 0,09%, para 2.720,13, e o índice composto da Nasdaq recuou 0,21% e fechou aos 7.382,47 pontos.

O pregão começou sem tendência clara, na etapa final de uma nova rodada de resultados trimestrais empresariais, que incluiu os de dois integrantes do Dow Jones, Cisco e Walmart. E os dessas duas companhias não foram nada bem avaliados pelos investidores. Os títulos da gigante do setor de tecnologia tiveram a mais acentuada queda do dia neste índice (-3,76%), e os da rede de supermercados caíram 1,9%. Os outros papéis que mais se desvalorizaram foram os de Johnson & Johnson (-1,2%) e Merck (-1,14%). Já as principais altas foram de Coca-Cola (1,81%), Boeing (0,93%) e Chevron (0,79%).

O preço do petróleo foi um dos elementos que afetou a primeira metade das operações das bolsas de valores de hoje, depois que o barril do Brent, de referência nos mercados globais, tocou a casa de US$ 80 pela primeira vez desde 2014.

O pregão também estava com as atenções voltadas ao mercado de dívida, por causa do aumento no rendimento dos títulos do tesouro com vencimento em dez anos. Os 'treasuries' voltaram a subir nesta quinta, de 3,093% para 3,109%.

Mas o que marcou a reta final da jornada de negociações em Wall Street foi uma nova declaração sobre a China por parte do presidente dos Estados Unidos.

Donald Trump manifestou dúvidas sobre um possível acordo comercial com o país asiático, alegando que os EUA foram "enganados pela China".

No horário de fechamento da bolsa nova-iorquina, a onça do ouro caía para US$ 1.290,30.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos