ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

China elimina tarifas sobre sorgo dos EUA em plena negociação comercial

18/05/2018 02h00

Pequim, 18 mai (EFE).- A China anunciou, nesta sexta-feira, que retirará as fortes tarifas de 178,6% impostas há apenas um mês para as importações de sorgo (cereal muito utilizado como ração animal) dos Estados Unidos, em um aparente gesto de boa vontade, enquanto os dois países negociam uma saída para suas tensões comerciais.

Um comunicado do Ministério do Comércio afirma hoje que a tarifa anunciada no dia 18 de abril aumentou excessivamente os custos dos consumidores chineses e se afastava do interesse público, por isso optou por eliminá-lo.

Em particular, o setor de suínos já estava passando por dificuldades operacionais devido ao aumento do sorgo.

A tarifa foi imposta preliminarmente logo após o presidente americano, Donald Trump, ameaçasse com medidas semelhantes para frear a entrada de diversos produtos chineses nos EUA, disparando os temores de uma guerra comercial entre as duas principais economias do mundo.

Os EUA exportaram para a China cerca de 4,76 milhões de toneladas deste cereal (mais de 95% do total comprado pelo país asiático com outras economias), no valor de US$ 1,1 bilhão, por isso a tarifa chinesa foi vista com preocupação por muitos produtores agrícolas americanos.

A medida é anunciada no momento em que o vice-primeiro-ministro chinês Liu He, principal responsável econômico do país asiático, se encontra nos Estados Unidos para continuar as negociações bilaterais em prol de conseguir um consenso que evite uma guerra comercial.

Liu se reuniu ontem com o presidente Trump, e fontes próximas às negociações afirmaram que a China ofereceu aos EUA medidas para reduzir em US$ 200 bilhões para 2020 o déficit comercial que o país americano tem com o asiático.

Mais Economia