Bolsas

Câmbio

Macri agradece seu "amigo" Donald Trump por apoiar sua gestão na Argentina

Buenos Aires, 18 mai (EFE).- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, agradeceu na quinta-feira ao mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, a quem reconheceu como seu "amigo", o "apoio e afeto" mostrado com sua política econômica, em um momento onde o país sul-americano negocia um acordo financeiro com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Obrigado, meu amigo, presidente Donald Trump, pelo seu apoio e para a Argentina. Valorizamos muito!", escreveu Macri, no Twitter.

Estas expressões foram dadas minutos depois que Trump respaldasse na mesma rede social a gestão de seu colega na Argentina.

"Grande conversa com o meu amigo, o presidente Mauricio Macri, da Argentina esta semana. Ele está fazendo um bom trabalho para a Argentina. Apoio sua visão para transformar a economia do seu país e libertar seu potencial!", disse o republicano.

Os dois líderes, que se conhecem há anos como empresários, conversaram na última segunda-feira por telefone e, naquele momento, Trump ratificou o apoio de Macri nas conversas com o FMI.

Além disso, o líder argentino "compartilhou com o seu colega americano o desafio da Argentina de reduzir o déficit fiscal" e na conversa também foi debatido outros temas da agenda global, como o G20 - presidido neste ano pela Argentina -, a Coreia do Norte e a situação da Venezuela.

No final do mês passado, o peso argentino começou a se depreciar abruptamente em relação ao dólar, como consequência, principalmente, da fuga de capital estrangeiro dos mercados emergentes para os Estados Unidos, devido ao aumento das taxas naquele país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos