PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Lagarde destaca bom desempenho da economia mundial, mas prevê tempestades

25/05/2018 13h40

São Petersburgo (Rússia), 25 mai (EFE).- A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, destacou nesta sexta-feira o bom desempenho da economia mundial, mas alertou que tempestades estão se aproximando.

"A boa notícia é que o sol brilha e lança seus raios sobre a economia mundial", disse Lagarde ao discursar no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, na Rússia.

A diretora-gerente do FMI ressaltou que, após uma década de "duras crises", espera-se que a economia mundial cresça 3,9%.

Apesar disso, Lagarde afirmou que há notícias não muito boas no curto prazo, alertando sobre a previsão de tempestades e a chegada de "três grandes nuvens" sobre a economia.

"A mais próxima é o nível e o volume da dívida que pesa sobre Estados e empresas, que representa US$ 162 trilhões, o equivalente a 225% do Produto Interno Bruto mundial", disse.

Lagarde ressaltou que nunca na história o endividamento atingiu um nível tão alto, nem mesmo depois da Segunda Guerra Mundial.

Em segundo lugar, a diretora-gerente do FMI citou a "fragilidade financeira" que possivelmente provocará uma fuga importante de capitais de países emergentes, um resultado, entre outros fatores, do endurecimento da política monetária dos Estados Unidos.

Para Lagarde, a terceira nuvem, a pior delas, engloba as tentativas de alguns de "minar" o sistema que regulou as relações comerciais nas últimas décadas.

"Essa tempestade tenta derrubar as normas que regulam a circulação de capitais, serviços e mercadorias. Essa é a nuvem que devemos vigiar", completou.

Pouco antes, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou que a desconfiança põe em dúvida as perspectivas de crescimento global.

"Essa atitude pode fazer a economia recuar", afirmou.

Lagarde alertou que seria um erro recorrer ao protecionismo, uma medida que, segundo ela, prejudica os mais pobres.