ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Dow Jones fecha com forte baixa de 3,15%

10/10/2018 18h54

Nova York, 10 out (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quarta-feira em forte queda de 3,15% - a pior em um só dia desde fevereiro -, com investidores desfazendo posições em empresas do setor tecnológico.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 831,83 pontos e ficou com 25.598,74. O seletivo S&P 500 caiu 3,29%, para 2.785,68, e completou cinco pregões em baixa, sua sequência negativa mais longa desde o final de 2016. Já o índice Nasdaq Composite despencou 4,08%, graças a fortes desvalorizações como a das ações da Amazon (-6,15%), e fechou aos 7.422,05 pontos.

O dia foi de nervosismo para os investidores com papéis de companhias do setor tecnológico, que em seu conjunto tiveram baixa de 4,77%, a mais acentuada em um só pregão em mais de sete anos. Os principais destaques negativos foram para os títulos de Facebook (-4,13%), Amazon (-6,15%), Apple (-4,63%), Netflix (-8,38%), Alphabet (-5,06%) e Microsoft (-5,43%).

Os demais setores também terminaram a jornada desta quarta com números vermelhos, especialmente os de comunicações (-3,94%), bens não essenciais (- 3,74%), energia (-3,59%), industrial (-3,47%) e financeiro (-3,04%). A única queda de menos de 1% foi a do setor de serviços públicos (-0,53%), vinculada à recente alta na rentabilidade dos títulos da dívida pública.

Outro fator que ajudou a derrubar o pregão de hoje foi a prudência dos investidores com a nova temporada de resultados trimestrais, que começa nesta semana. Embora as expectativas sejam de altas generalizadas nos lucros das grandes companhias, eles temem que o balanço final não seja tão favorável.

Entre as ações que compõem o Dow Jones, sofreram as quedas mais acentuadas as de Nike (-6,81%), Microsoft (-5,43%), Visa (-4,77%), Boeing (-4,66%) e Apple (-4,63%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.197,20, e o rendimento dos títulos do tesouro americano com vencimento em 10 anos caía para 3,174%.

Mais Economia