PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Dow Jones fecha em baixa de 2,21%

20/11/2018 22h15

Nova York, 20 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta terça-feira em forte baixa de 2,22%, em mais um dia de quedas generalizadas nos títulos de empresas de tecnologia, e perdeu a alta acumulada ao longo do ano.

O principal indicador da Bolsa de Nova York perdeu 551,80 pontos e ficou com 24.465,64 (-1,03% no acumulado do ano). O seletivo S&P 500 caiu 1,82%, para 2.641,89, também ficando com saldo negativo em 2018 (-1,19% desde janeiro), e o índice composto da Nasdaq caiu 1,7% e fechou aos 6.908,82 pontos, com leve alta anual de 0,08%.

As grandes empresas de tecnologia já sofreram 20% de desvalorização de forma conjunta desde o patamar máximo alcançado nos últimos 12 meses, o que os analistas consideram como "bear market". Hoje, os papéis de Facebook (0,67%) e Alphabet (0,29%), matriz do Google, subiram, e os de Apple (-4,78%), Netflix (-1,34%) e Amazon (-1,11%) tiveram baixas expressivas.

Outro fator que teve grande peso no comportamento dos mercados foi a forte desvalorização nos preços do petróleo. O barril do Texas (WTI) caiu 6,64%, para US$ 53,43, e o do Brent recuou 6,44%, para US$ 62,65, em meio a temores de um arrefecimento da economia global que reduza o crescimento da demanda pela matéria-prima.

Em relação à semana do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos (na quinta-feira) e ao começo da temporada de compras natalinas, a Bolsa de Nova Iorque teve uma reação aguda aos decepcionantes resultados trimestrais da varejista Target, cujas ações despencaram 10,52%, contagiando outras redes como Kohl's (-9,23%) e L Brands (-17,71%).

No Dow Jones, além da forte queda dos títulos da Apple, também caíram acentuadamente os papéis de Goldman Sachs (-3,47%), Walt Disney (-3,08%), Caterpillar (-2,94%), Exxon Mobil (-2,84%), Chevron (-2,78%), Microsoft (-2,78%) e Cisco (-2,75%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.222,20, e o rendimento dos títulos do tesouro americano com vencimento em 10 anos subia para 3,063%.