IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

Com governo parado, Trump cancela participação no Fórum Econômico Mundial

2019-01-10T17:18:00

2019-01-10T20:33:03

10/01/2019 17h18Atualizada em 10/01/2019 20h33

Washington, 10 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cancelou nesta quinta-feira a participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, devido à crise política que provocou a paralisação parcial do governo americano.

"Devido à intransigência dos democratas sobre a segurança na fronteira e a grande importância da segurança para nossa nação, cancelo respeitosamente a minha muito importante viagem a Davos", anunciou Trump em mensagem publicada no Twitter.

O governo americano está parcialmente paralisado há 20 dias devido a um impasse entre o presidente e os democratas sobre a inclusão do financiamento do muro na fronteira com o México no orçamento do país. Trump não abre mão da obra e exige US$ 5,7 bilhões para sua construção, que é rejeitada pela oposição.

Trump viajou hoje para o Texas para visitar a fronteira e reiterar a necessidade da construção da barreira.

Devido à falta de recursos, diferentes órgãos do governo americano tiveram que suspender algumas de suas atividades. Cerca de 420 mil funcionários considerados essenciais estão trabalhando sem receber e outros 380 mil ganharam licença não remunerada.

O presidente americano participou do Fórum Econômico Mundial no ano passado e defendeu o slogan "Estados Unidos em primeiro lugar".

A Casa Branca tinha anunciado que uma grande delegação acompanharia Trump na viagem à Suíça. Estariam no grupo os secretários de Tesouro, Steven Mnuchin, e de Estado, Mike Pompeo. Além disso, a filha do presidente, Ivanka, e o marido dela, Jared Kushner, assessor do governo, faziam parte da comitiva.

O governo americano ainda não confirmou se a delegação irá a Davos após o cancelamento da viagem presidencial.

O Fórum Econômico Mundial será realizado entre os dias 22 e 25 de janeiro. Nesta edição, o tema principal é a globalização na era da quarta revolução industrial. EFE

Errata: o texto foi atualizado
10/01/2019 às 20h17
O governo americano está parcialmente paralisado há 20 dias, e não há 20 anos como constava na versão anterior deste texto. A informação foi corrigida.

Mais Economia