Topo

S&P 500 bate recorde, e Dow Jones fecha em alta de 0,94%

20/06/2019 20h25

Nova York, 20 jun (EFE).- Os três principais índices de Wall Street fecharam nesta quinta-feira em alta pelo quarto dia consecutivo, desta vez com direito a recorde no seletivo S&P 500, em meio a expectativas de que o Federal Reserve (Fed) baixe os juros neste ano.

O S&P 500 subiu 0,95%, para a marca histórica de 2.954,18 pontos. O Dow Jones Industrial, principal índice da Bolsa de Nova York, fechou em alta de 0,94%, para 26.753,17, e o indicador composto da bolsa eletrônica Nasdaq avançou 0,80% e fechou aos 8.051,34 pontos.

O mercado americano reagiu desde o começo da jornada à decisão anunciada ontem pelo Fed de manter o patamar dos juros de referência nos Estados Unidos e aos indícios de que pode baixá-lo ainda neste ano.

Analistas do mercado ressaltaram que o banco central americano retirou de sua perspectiva futura a palavra "paciência", e o presidente da instituição, Jerome Powell, reconheceu que "a justificativa" para uma política monetária mais expansiva "se fortaleceu", apesar de ser preciso esperar para tomar uma decisão.

Como consequência, os rendimentos dos treasuries de 10 anos caíram hoje e chegaram a ficar abaixo de 2% pela primeira vez desde novembro de 2016. No final da jornada, os títulos do tesouro recuperaram parte da desvalorização e beiravam os 2,02%.

Os investidores pareceram satisfeitos com a ideia de que os presidentes de Estados Unidos e China, Donald Trump e Xi Jinping, se reúnam na cúpula do G20, na próxima semana, e possam selar um acordo que ponha fim a uma guerra tarifária que dura meses.

No Dow Jones, as maiores altas hoje foram dos papéis de United Technologies (2,58%), Caterpillar (2,31%), Cisco (2,28%), Nike (2,02%), 3M (1,87%) e Visa (1,79%). As quedas mais acentuadas foram das ações de UnitedHealth (-0,97%) e Merck (-0,89%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.390,90. EFE

Mais Economia