IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Dow Jones fecha em baixa de 0,67%

2019-06-25T19:10:00

25/06/2019 19h10

Nova York, 25 jun (EFE).- Os três principais indicadores de Wall Street fecharam em baixa nesta terça-feira, após o presidente do Federal Reserve (Fed) esfriar os ânimos dos investidores sobre uma possível redução das taxas de juros nos Estados Unidos para o mês que vem.

O índice Dow Jones Industrial caiu 0,67%, para 26.548,22 pontos. O seletivo S&P 500 recuou 0,95%, para 2.917,38, e o Nasdaq Composite sofreu queda ainda mais acentuada, de 1,51%, fechando aos 7.884,72 pontos.

Os mercados passaram o dia todo à espera de um pronunciamento do presidente do Fed, Jerome Powell, em um evento organizado pelo Council of Foreign Relations em Nova York.

Os investidores aguardavam pistas sobre uma possível redução dos juros de referência, algo que os mercados querem, assim como o presidente dos EUA, Donald Trump.

No entanto, as declarações de Powell foram um balde de água fria para essas intenções, já que ele se mostrou contrário a reagir diante de condições econômicas que considera passageira e defendeu a independência da instituição.

"Estamos focados em fazer o melhor pelos americanos, e não desejamos desempenhar nenhum papel em assuntos políticos. Somos humanos, cometemos erros, mas não cometemos erros sobre a nossa integridade", afirmou Powell, que reiterou que o Fed tem "proteção" em relação a ingerências políticas.

A grande maioria das 30 empresas cotadas no Dow Jones viu seus títulos fecharem em baixa, e apenas seis em alta: Walgreens Boots (1,92%), McDonald's (0,88%), Johnson & Johnson (0,82%), Disney (0,50%) e Dow (0,22%). A pior queda foi das ações da Microsoft (-3,16%).

No horário de fechamento da Bolsa de Nova York, a onça do ouro subia para US$ 1.427,30, e a rentabilidade dos títulos do tesouro americano com vencimento em dez anos caía para 1,992%. EFE

Mais Economia